Detran/PR realiza leilão de 1.718 veículos em Cascavel

Data 26/09/2005 | Assunto: Notícias


Serão leiloados veí­culos de 77 municí­pios, entre automóveis e motos

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR) realiza nesta quarta-feira (28), em Cascavel, o leilão de 1.718 veí­culos de 77 municí­pios. São automóveis e motocicletas apreendidos em operações de trânsito, que não foram recuperados pelos donos em função dos altos valores em multas e impostos atrasados. Por lei, o veí­culo pode ir a leilão com 90 dias de estadia no pátio. Todos os veí­culos leiloados pelo Detran/PR, entretanto, estão há mais de 120 dias no local.

Os veí­culos se encontram nos pátios do Detran/PR das cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Paranaguá, União da Vitória, Pato Branco, Guarapuava, Cascavel, Campo Mourão, Cruzeiro do Oeste, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Paranavaí­, Apucarana, Foz do Iguaçú, Arapongas, Nova Esperança, Umuarama, Irati, Bandeirantes, Porecatu, Telemaco Borba, Ibaiti, Loanda, Rio Negro, Francisco Beltrão, Toledo, Gua­ra, Ivaiporã, Cambará, Rolandia, Santo Antonio da Platina, Nova Londrina, Jandaia do Sul, Lapa, Clevelândia, Palmas, Castro, Colorado, Palotina, Barracão, Ibiporã, Santo Antonio do Sudoeste, Laranjeiras do Sul, Astorga, Sertanópolis, Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraí­so, Goioere, Joaquim Tavora, Cambé, Wenceslau Braz, São Mateus do Sul, Mandaguari, Terra Boa, Chopinzinho, Coronel Vivida, Capanema, Pitanga, Nova Aurora, Cianorte, Sarandi, Medianeira, Matelândia, Guaraniaçu, Realeza, Marechal Candido Rondon, Iporã, Engenheiro Beltrão, Barbosa Ferraz, Arapoti, Carambei, Mangueirinha, Imbituva e Prudentópolis.

Os valores obtidos com a venda dos veí­culos são usados para cobrir as despesas dos mesmos em impostos atrasados, multas não pagas e taxas de remoção e estadia nos pátios. A presidente da Comissão de Leilão do Detran/PR, Sônia Cabral, explica que normalmente o valor obtido com a venda do veículo não é o suficiente para pagar esses débitos. Quando o valor da venda é insuficiente para cobrir os débitos, o proprietário do veículo é inscrito em dívida ativa e a cobrança dos valores é feita judicialmente.

Para Sônia Cabral, a realização dos leilões é uma importante ação do Detran/PR, pois reduz o número de veículos nos pátios e permite à Polícia Militar aumentar a fiscalização da frota irregular do Estado.

Os veículos leiloados pelo Detran/PR são vendidos na condição de sucata, sem documentos, unicamente para reaproveitamento de peças. Só participam do leilão empresas de ferro-velho, cadastradas junto ao Detran/PR.




Está notícia foi publicada no DETRAN
http://www.detran.pr.gov.br

Endereço desta notícia:
http://www.detran.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=42