Detran-PR dá início a Campanha Maio Amarelo 2019
02/05/2019 - 17:58

Abertura do Maio Amarelo contou com estreia de vídeo da campanha e a presença de importantes parceiros do Estado

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) abriu oficialmente, na manhã desta quinta-feira (02), no auditório da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Curitiba, as atividades do Maio Amarelo 2019. O lançamento da campanha “Quando você não olha para as Leis de Trânsito, você dirige às cegas”, contou com a presença de parceiros do Estado e simpatizantes em prol da causa.

“A população precisa ter a consciência de que muito do dinheiro que se gasta com acidentes de trânsito, poderia ser usado de outras maneiras pela saúde. Todos nós, motoristas, pedestres, ciclistas, precisamos fazer o nosso papel, pensar sempre na conscientização”, compartilha o vice governador do Estado, Darci Piana.

A campanha Maio Amarelo está presente em 30 países e é um movimento de conscientização para a redução dos acidentes de trânsito. “Esse mês é de extrema importância e deve ser trabalhado em conjunto para intensificar o combate aos altos índices de mortalidade no trânsito. Nossas parcerias são essenciais”, comenta o diretor-geral, Cesar Vinicius Kogut.

A ideia é mobilizar os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações e sociedade civil organizada para discutir o tema. Maio foi escolhido porque, no mesmo mês, em 2011, a ONU decretou a década de ação para a segurança no trânsito. O amarelo foi escolhido por simbolizar a atenção e a sinalização de advertência no trânsito. 

“Os parceiros aqui presentes retratam e fortalecem nossa consciência para o mês Maio Amarelo, para que possamos ter um trânsito mais vivo. Temos que nos lembrar que os números representam vidas. É importante lembrar que cada um de nós temos uma parcela de responsabilidade sobre esses números. E estarmos aqui reunidos em prol da vida no trânsito, demonstra nosso compromisso com a sociedade”, diz o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, Ismael Oliveira.

ESTATÍSTICAS -  No Paraná, o número de acidente de trânsito com morte caiu 8% em 2018 em relação ao mesmo período de 2017, passando de 2.547 para 2.338. A preocupação, porém, está em relação aos ciclistas e motociclistas, ambos com aumento de óbitos. Entre as motos, esse número cresceu 3% de 2017 (659) para 2018 (680). Nas bicicletas, saltou 47% - de 98 para 144.

Segundo dados do Ministério da Saúde no ano de 2016 foram registradas 37.345 mortes no trânsito no país, última contagem fechada pelo órgão. Segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), cerca de 60% dos leitos hospitalares são ocupados por vítimas do trânsito. “Ninguém sai de casa e pega o trânsito pensando em matar ou morrer. Tudo é a imprudência. Precisamos ter sensibilidade para melhorar”, completa Kogut.

COMITÊ TRÂNSITO SEGURO – O comitê foi criado pelo Detran-PR com o propósito de reunir entidades ligadas ao trânsito para estreitar essas parcerias ao longo de todo ano.

“A união dos parceiros faz toda a diferença nas ações, é essa a intenção do comitê, atingir o máximo possível de pessoas sobre a importância da prudência no trânsito”, diz o vice-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária e representante do Comitê.

Fazem parte os seguintes órgãos: Detran-PR, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Trânsito do Paraná (BPTran), Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e Secretaria Municipal de Trânsito (SETRAN).

CAMPANHA DETRAN - Nesta edição, a ideia é alertar a sociedade para nunca fechar os olhos para as leis de trânsito, pois são elas que ajudam a controlar os acidentes e diminuir o alto número de vítimas. Atitudes erradas são mostradas como forma de alerta, muitas vezes vistas como ‘normais’ pela população, mas de grande perigo.

ATIVIDADES – Durante todo o mês de maio serão realizadas diversas atividades educativas de trânsito junto ao Comitê Trânsito Seguro e demais parceiros.

 

 

GALERIA DE IMAGENS