5º Fórum dos Detrans é realizado em Brasília, com o novo diretor do Denatran
10/02/2020 - 13:07

A Associação Nacional dos Detrans – AND e os Diretores e representantes dos Detrans, se reuniram na tarde da última quinta-feira (06), com a Diretoria do Denatran. O Detran-PR esteve representado pelo diretor de operações, Mauro Celso Monteiro, representando o diretor geral Cesar Kogut. 

O objetivo do Diretor Geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Frederico Carneiro é apresentar a nova proposta de trabalho, que é ouvir a realidade e desafio de cada Detran e integrar todos os órgãos que compõem o sistema nacional de trânsito para unir esforços, e juntos possam buscar as soluções, compreendendo que cada local tem sua particularidade.

A AND, representada pela presidente Larissa Abdalla, agradeceu a disponibilidade de todos em receber a presidência da AND pela manhã e receber os diretores dos Detrans que puderam estar em Brasília nesta tarde para esse primeiro contato. “Estamos felizes de ver a disponibilidade dos Denatran em nos atender, nos conhecer e participar, para ser mais parceiros dos Detrans. Uma vez que quem faz efetivamente a ponte entre as resoluções e legislação de trânsito, com o usuários, são os Detrans, até em face do inexpressivo número de municípios no Sistema Nacional de Trânsito, e em estimulá-los a se inserirem no sistema, é preciso dos Detrans”, diz Abdalla.

Na reunião foram pautados os temas:

1. Placa Mercosul: os Detrans deram feedback dos desafios enfrentados para que o Denatran tenha ciência para trabalharem juntos, em busca de soluções. No momento o objetivo é implementar, avaliar as demais melhorias e estudar a melhor forma de solucionar.

2. EaD: estão sendo estudadas melhorias, considerando que o aluno precisa estar capacitado para realizar a prova em qualquer Detran do Brasil.

3. CRLV: em parceria com a equipe de TI dos Detrans, o Denatran vai apoiar na implementações ou ver as peculiaridades e resultados de cada Estado. Lembrando que a CRLV Digital, é o antigo processo, que o documento do veículo era impresso, e depois era digitalizado, e a proposta do CRLV-e é ser digital e unicamente digital, com a possibilidade de impressão do documento em qualquer papel. Em 2020, os Estados podem entregar a impressão como já era feito, neste momento de adaptação, mas o objetivo é que em 2021, o documento seja apenas online, com a possibilidade de impressão. No Paraná, já temos o CRLV Digital e o CRLV-e. 

Com AND

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias